segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Refeição Completa - Meca


Peixe Meca (espada), molho Bechamel, espinafre e arroz "risoto" de shimeji. Ficou tudo fenomenal, devemos dizer!!!! E o melhor: o prato inteiro foi uma "invenção" nossa de última hora. Menos o arroz (saionára), de anos atrás, mas originalmente, usavamos carne no lugar do bacon. Deliciem-se.

  
Peixe Meca
Ingredientes:
- 1 kg de Meca cortado em postas de aproximadamente 2 cm;
- Suco de 1 limão siciliano;
- ½ xícara de azeite;
- ½ xícara de vinho branco seco (se possível temperado para uso culinário);
- Sal e Pimenta do reino moída a gosto;
- Salsinha e cebolinha picadas a gosto.

Tempere as postas com sal e pimenta do reino e reserve em uma travessa. Misture todos os outros temperos e jogue por cima das postas. Deixe Marinando por aproximadamente 2 horas na geladeira. O peixe pode ser feito na churrasqueira ou em grelhas elétricas. O importante é deixar a superfície bem quente e assar por aproximadamente 8 minutos de cada lado para não secar. Dependendo da espessura das postas o tempo pode variar. O importante é não deixar secar! Sirva imediatamente.


 
 Shimeji
Ingredientes: 
- Uma bandeja de Shimeji
- Meia cebola
- Cebolinha, shoyo e bacon a gosto

Essa receita vale pra quem quiser apenas preparar o Shimeji. Mas como normalmente não é todo mundo que gosta de cogumelos, o bacon tira um pouco do paladar e torna o prato mais aceitável pra todos.Mas sem também é uma delícia.
Primeiro refogue na manteiga o bacon e adicione a cebola. Acrescente o Shimeji. Ele vai diminuir de tamanho e soltar bastante água. Acrescente o shoyo e a cebolinha e espere cozinhar.
Obs:
Eu gosto de acrescentar um pouco de água pra ele cozinhar bem e não ficar com aquela consistência estranha. Fica melhor do que de qualquer restaurante que já comi.


Arroz Saionara
Para o arroz Saionara, basta acrescentar uns 150ml de água, deixar cozinhar um pouco e acrescentar o arroz. Esperar secar e servir quente. Ficar de olho neste "secar", pra não queimar. O arroz não chega a perder toda a água, e depois que esfria um pouco ele perde o excesso.

 

 Espinafre com molho branco
Ingredientes:
- 1 maço de espinafre;
- 1 dente de alho picado;
- Meia cebola média picada;
- 1 caldo de legumes;
- 2 xícaras de leite;
- 2 colheres de sopa de manteiga;
- 2 colheres de sopa de farinha;
- Sal, pimenta do reino moída e noz moscada em pó a gosto.


Lave bem o espinafre e remova os talos mais grossos. Coloque em uma panela grande e cubra de água. Leve ao fogo para reduzir um pouco de tamanho. Escorra a água e reserve. Refogue a cebola, o alho e o caldo de legumes em uma panela com azeite. Junte o espinafre e deixe secar a água que vai se formar e reserve.

Ferva o leite. Em uma panela derreta a manteiga e junta a farinha para obter uma mistura homogênea. Junte o leite aos poucos, mexendo sempre para não empelotar. Se for necessário use um amassador para dissolver a farinha que não misturar. Quando o molho já tiver engrossado junte o sal, a pimenta e a noz moscada para temperar.
Junte o espinafre refogado em uma travessa e cubra com o molho branco.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Maionese Caseira.


 Pedir lanches delivery ou passar rapidinho numa lanchonete, são coisas que ninguém vai conseguir escapar. Mas, nada melhor do que preparar o seu próprio lanche e poder escolher a qualidade da carne, o queijo que você prefere, e fazer tudo com muito carinho, claro.


 Dessa vez, fomos além: Que tal fazer uma maionese temperada caseira? Huuuummm...

Ingredientes: 
- 2 ovos
- 1 colher de sopa de azeite
- 1 colher de sopa de limão
- 1 colher de chá bem cheia de mostarda
- Sal a gosto
- Salsinha
- Óleo

Modo de Preparo:

Misture os ovos, o azeite, o limão a mostarda e o sal no liquidificador em potência baixa até misturar.
Com o liquidificador ligado, abra a tampa e vá derramando o óleo em fios para dar o ponto.
Quando estiver engrossando, acrescente um punhado de salsinha a gosto e continue acrescentando o óleo até obter a consistência desejada (um ponto ideal é quando não se vê mais aquele “buraco” no centro do liquidificador.

*Considerações finais: Muito fácil de ser feita, e muito mais gostosa que qualquer maionese industrializada ou aquelas "caseiras" da maioria das lanchonetes, que levam muito óleo.

Tomar cuidado com o sal, pois os outros ingredientes já dão uma leve salgada natural. E também na quantidade a ser feita, afinal, a maionese caseira não possui conservantes.

Quanto a Salmonella, o risco de um ovo ser contaminado é muito baixo, cerca de 1 em cada 20.000 ovos. Toda aquela repercusão no começo dos anos 90 foi só pra fazer a gente consumir mais Hellmanns! =)

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Sumimos!

Acontece que os dois últimos finais de semana, e este, foram banhados de muito churrasco, o que não nos deu muito tempo de aparecer por aqui.
Então, vamos nos entreter? Um short movie que participou do Anima Mundi.
Quem gosta de cozinhar, vai se identificar.


At the Opera from Juan Pablo Zaramella on Vimeo.