terça-feira, 27 de dezembro de 2011

American Apple Pie


Ingredientes:
Massa:
- 226 gramas de manteiga sem sal, gelada
- 2, 5 copos de farinha de trigo
- 1 colher de sopa de açúcar
- 1 colher de chá de sal
- meia xícara de leite gelado

Recheio:
- 6 maçãs
- 1 xícara de açúcar
- 2 colheres de sopa de farinha de trigo
- 1/2 colher de chá de canela

Finalização:
- 1 gema
- 1 colher de sopa de leite

Modo de preparo:
Misture a farinha, o sal e a margarina gelada com a ponta dos dedos até obter uma farinha grossa. Dê uns beliscões na farinha e na manteiga para ir mais rápido. Adicione a água aos poucos até a massa formar uma bola. Abara a massa como um disco e guarde dentro de um saco plástico na geladeira enquanto prepara o recheio.

Para o recheio misture o açúcar, uma colher de sopa de farinha e a canela em uma tigela grande. Junte as maçãs descascadas, sem o miolo e cortadas em fatias finas na farinha. Mexa tudo com as pontas dos dedos para espalhar entre as fatias de maçã o açúcar misturado com a canela e a farinha.

Divida a massa em duas partes: um terço para a cobertura e dois terços para o fundo e as laterais. Abra a parte maior em uma superfície polvilhada com farinha. Corte um círculo com diâmetro igual ao da forma acrescido da altura da lateral e mais um centímetro (para ultrapassar a altura da forma).

Unte uma forma refratária com vinte centímetros de diâmetro e forre com a massa. Coloque o recheio, aperte um pouco com as mãos. Abra o resto da massa, corte com um centímetro maior que a forma. Cubra a torta apertando a massa contra o recheio. Aperte as laterais enrolando a massa para dentro, torcendo como uma corda. Abra com a faca três furos com meio centímetro.

Misture a gema com o leite e pincele a massa de maneira irregular. Asse em forno pré-aquecido a 200 graus por cerca de uma hora.

Sirva a torta quente acompanhada de sorvete.

Receita adaptada daqui.

Bolo de Fubá com Goiabada

Ingredientes:
- 3 xícaras açucar
- 2 xícaras de farinha
- 3 ovos
-1 colher de fermento
- erva doce a gosto
- 1,5 xícara de leite
-1 xícara de óleo
- 2 xícaras de fubá

Bater no liquidificador o açucar, os ovos, o leite e o óleo. Na tigela, juntar a mistura a farinha, o fubá e o fermento. Após colocar na forma untada, passar a goiabada na maizena e descorar o bolo.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Lombo com pêssego.

Arroz: Refogado na manteiga com cenoura e uva passa.
Batata sauté: Após cozida, temperá-la numa panela com manteiga, salsinha e sal.
Purê de legumes: Batata, cenoura e mandioquinha cozidas, amassadas juntas com manteiga.

Lombo de porco assado - Jamie Oliver

Ingredientes:
1,5 kg de lombo de porco, com a pele
1 molho de tomilho
1 cabeça de alho
200g de manteiga
1 lata de pêssegos em calda (ou 2 latas pequenas)
Sal
Pimenta-do-reino preta
15 fatias finas de bacon
1 copo de vinho branco
1 copo de água ou caldo de carne
1 colher de sopa de farinha de trigo

Modo de preparo:

Pré-aqueça o forno a 220°C. Faça cortes na pele do porco com distâncias de 1cm entre eles. Vire a carne e corte uma espécie de 'bolso': um corte profundo o bastante para colocar o recheio, mas deixando uma sobra nas duas estremidades da carne e sem atravessar para o outro lado do lombo.


Pique metade do tomilho e um dente de alho. Com as mãos, amasse os temperos com a manteiga e metade dos pêssegos. Acrescente sal e pimenta. Coloque a mistura da manteiga no 'bolso' do lombo de porco e feche a abertura. Cubra a parte da abertura com as fatias de bacon. Amarre a carne em três ou quatro pontos com barbante.

Vire a carne com a parte da pele para cima e coloque numa assadeira. Em torno da carne coloque o restante dos pêssegos, dos dentes de alho, do tomilho e metade da medida de vinho. Esfregue sal e um pouco de azeite na pele, antes de levar o lombo ao forno. Deixe assar por uma hora, até que a pele fique dourada e crocante.

Ao fim de uma hora, retire o lombo de porco da assadeira e deixe descansando num prato por 15 minutos, enquanto você prepara o molho.

Para o molho, remova o máximo possível de gordura da assadeira e coloque-a sobre fogo alto. Na assadeira, amasse o alho e acrescente uma colher de sopa de farinha. Misture bem e coloque a outra metade do vinho branco, mais um copo de água ou caldo de carne. Ferva e deixe reduzindo por alguns minutos. Acrescente sucos que tenham saído do lombo que ficou descansando, acerte o sal e sirva por cima do lombo fatiado.

Retirado daqui.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Geléia de Amora


Ingredientes:

- Amoras Frescas
- Água
- Raspas de limão
- Canela em pau
- Açúcar

Primeiro bater a amora com apenas o suficiente de água para torná-la em suco. Levar ao forno, acrescentar o açucar. Raspas de limão e canela em pau a gosto (e sem também fica muito bom). Repetir o processo pra fazer de outros sabores.

Obs: Esse coisa de medida é muito pessoal, por isso não colocamos.

Costela no saco (?)



 Ingredientes:
- 2kg de costela
- Azeite
- Alho
- Vinho Branco
- Vinagre Balsâmico
- Sal
- Pimenta do Reino
- Tomilho
- Alecrim

Fazer pequenos furos com uma faca e temperar com azeite, alho, vinho branco, vinagre balsâmico, sal, pimenta do reino, alecrim e tomilho. Embrulhar a costela temperada em papel alumínio e deixar na geladeira (de preferência de um dia para o outro). Preaquecer o forno a 220°C. Abrir o papel alumínio e espalhar molho barbecue por toda a superfície superior da costela (oposta ao osso). Embrulhar novamente e levar ao forno por cerca de 2 horas ou até a carne ficar macia. Antes de desligar o forno, desembrulhar a costela, espalhar um pouco mais de molho barbecue na superfície e deixar dourar.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Agridoce


Ontem estava procurando uma receita de bolo de cenoura (que virou bolo de maçã), e sem querer achei essa idéia maravilhosa de salada pro verão. Cebola roxa + tomate + manga. Delícia!!! Deixar a cebola descansar no vinagre de vinho tinto por alguns minutos, depois misturar tudo e temperar com azeite e sal. Eu coloquei um pouco de limão também. Sucesso!!!


Pra combinar com o prato e não ficar só na saladinha, que tal um bife com cebolas caramelizadas? É só cortar a cebola em rodelas, colocar num potinho e misturar com mais algumas colheres de açucar e azeite. Jogar na frigideira já quente até ela dar uma diminuida de tamanho.

Como disse no post anterior, misturar sabores faz bem pro cérebro.
E é uma surpresa gastronomica a cada mordida =)

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

O paladar dos outros.

Se tem uma coisa que eu acredito que deixa de enriquecer nossa vida é comer sempre a mesma coisa, com o mesmo tempero, ir sempre ao mesmo restaurante... O novo sempre é  proprício, mesmo que seja pra constatarmos que não gostamos, ou preferimos do nosso jeito.

Esse final de semana viajamos com nossos amigos para praia. Como anfitriões, o Rodrigo e sua namorada Juliana tomaram as rédeas da situação e foi maravilhoso. Todos os demais convidados e eles moravam em uma outra cidade fora de São Paulo na época da faculdade. Então, talvez, eles já conhecessem o "tempero" um do outro. Mas pra mim foi novidade, mesmo nesses quase 6 anos. O Rodrigo morava com o Cauê, mas assim como eu, aprendeu a cozinhar com ele.

Nós estavamos de "galera", então foi optada as refeições mais simples. Mas até nas escolhas de coisas simples do mercado, faz a diferença pro nosso paladar.

Aprendi que Tabule com pedacinhos de Manga madura fica delicioso (estou louca pra improvisar um vinagrete assim aqui em casa). E que, pela primeira vez na vida, eu gostei de comer um sorvete de massa de chocolate. O de Brigadeiro. E aprendemos a fazer a Pizza de frigideira de outra forma!!! Eu e o Cauê sempre fritamos a massa antes, usavamos molho de pizza e o resto é o resto. Mas aqui vão os ingredientes da Pizza frita na praia:

Ingredientes:
- Massa para pizza pronta.
- Requeijão.
- Molho de tomate comum.
- Azeitonas roxas em pedaços.
- Tomate em fatias.
- Presunto.
- Mussarela.
- Oregano.


Colocar os ingredientes nessa mesma ordem. O requeijão dá uma quebrada, e quando têm muita gente pra comer, e pouco queijo, ele dá a impressão de render mais. Como no prédio havia uma horta, nós pegamos pedaços de manjericão e acrescentamos no molho.

E você, como faz sua Pizza frita?

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Currywurst com Chucrutes


Ingredientes:
-½ vidro de ketchup (200 g)
-½ cebola pequena
-3 colheres de sopa de vinagre balsâmico
-2 colheres de sopa de mel
-2 colheres de sopa de curry em pó
-Uma pitada (quanto baste) de páprica picante.
-Um dose pequena (um esguicho) de molho de soja
-2 colheres de sopa de azeite de oliva
-1 xícara de extrato de tomate
-½ xícara de água

Modo de preparar:
Picar a cebola e refogar no azeite de oliva. Acrescentar o extrato de tomate e a água.
Adicionar o Ketchup, o vinagre balsâmico e o mel e deixar cozinhar levemente à baixa temperatura com a panela fechada. Colocar o molho de soja e os demais temperos e mexer bem. Servir quente sobre a salsicha de sua preferência. Esta quantidade é suficiente para 8 salsichas grandes.


 Chucrutes:
-1 repolho médio
-Vinagre claro
-Sal
-Azeite
-Alho picado

Cortar o repolho em tiras finas, lavar e colocar em uma panela com água suficiente para cobrir todo o repolho. Acresentar vinagre e sal na água e cozinhar até amolecer. Escorrer a água e reservar o repolho. Em outra panela refogue o alho com azeite e adicione o repolho cozido. Acrescente um pouco mais de vinagre e refogue até evaporar todo o vinagre.

#Dica Etílica:

- Cerveja belga Urthel.
- Cerveja russa Bajithka.
 

domingo, 16 de outubro de 2011

Sopa Goulash

Porção para 4 pessoas.
Ingredientes:
½ kg de alcatra cortada em cubos
1 cebola cortada em cubos
1 caldo de carne
Azeite de oliva
Vinagre balsâmico
1 colher de sopa de manteiga
2 colheres de sopa de páprica doce
2 colheres de sopa de páprica picante
1 cenoura em rodelas
1 litro de água
3 batatas cortadas em cubos pequenos
Sal e pimenta do reino a gosto
1 colher de sopa de farinha de trigo


Tempere a carne com sal, pimenta do reino, vinagre balsâmico e azeite e deixe curtir por aproximadamente 1 hora.
Em uma panela, refogue a cebola com azeite, manteiga e o caldo de carne. Acrescente então a carne e deixe cozinhar um pouco. Junte a cenoura e a batata e refogue por mais alguns minutos. Adicione a páprica doce, a páprica picante e a água. Misture bem até atingir uma coloração avermelhada. Se necessário acrescente um pouco mais de páprica (se for acrescentar mais é importante acrescentar a doce e a picante). Deixe cozinhar até reduzir a água e engrossar um pouco o caldo (por volta de 1 hora). Dissolva a farinha em um pouco de água quente e adicione na sopa para engrossar um pouco mais. Sirva bem quente.

sábado, 15 de outubro de 2011

Shimeji

 
Receita já publicada aqui.
Ingredientes: 
- Uma bandeja de Shimeji
- Manteiga
- Meia cebola
- Cebolinha e shoyo a gosto

Primeiro refogue na manteiga a cebola. Acrescente o Shimeji. Ele vai diminuir de tamanho e soltar bastante água. Acrescente o shoyo e a cebolinha e espere cozinhar.
Obs:
Eu gosto de acrescentar um pouco de água pra ele cozinhar bem e não ficar com aquela consistência estranha. Fica melhor do que de qualquer restaurante que já comi.

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Bruschetta


Ingredientes:
6 fatias de pão italiano
1 dente de alho
3 tomates sem pele
Sal a gosto
2 colheres (sopa) de azeite
1/4 de xícara (chá) de folhas de manjericão

Já começo dizendo que tirei essa receita da internet, e há controvérsias quanto a essas medidas. Vai do paladar de cada um. Mas vamos seguir essa referência.
Cortar os tomates em cubinhos (de preferência italianos), retirando a poupa do mesmo. Acrescentar o manjericão, o azeite e o sal.
Enquanto a mistura "curte", você esfrega o dente de alho nas fatias de pão italiano e as coloca no forno até dar uma endurecida/dourada.
Depois é só preparar a apresentação como achar melhor (aconselho muçarela).

Uma daquelas receitas simplícimas, mas que é uma delícia.

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Bacalhau da Fátima Bernardes

Receita retirada do site "Estrelas".

Ingredientes:
- 1 Kg de bacalhau em postas sem sal e sem pele
- 1 kg de batata
- 2 molhos de brócolis
- Leite e manteiga para a preparação do purê de batatas
- 2 colheres de sopa rasas de maionese
- 1 cebola em rodelas finas
- Queijo parmesão ralado fininho
- 1 litro de azeite


- Cozinhar o bacalhau e o brócolis separadamente.
- Preparar um purê de batatas bem molinho. Com mais leite que o habitual
- Num pirex, colocar o azeite até cobrir todo o fundo com fartura.
- Acrescentar as postas de bacalhau.
- Sobre elas, as flores do brócolis.
- Em seguida, o purê bem molinho e por cima a maionese.
- Arrumar as rodelas de cebola e cobrir tudo com o queijo ralado.
- Levar ao forno até dourar.
- Servir com arroz branco e uma saladinha de tomates com manjericão.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Guacamole

A delícia mexicana mais fácil de ser preparada. E uma redenção pra quem não gosta de coentro, como eu. Arriba muchachos!!!

Ingredientes:
- 1 abacate avocado (não muito maduro).
- 1/2 cebola picada.
- 1 tomate picado sem sementes.
- 1/2 suco de limão suculento.
- sal, azeite, pimenta e coentro a gosto.

Eu costumo começar amassando o abacate, depois jogando o tomate e a cebola picadinhos, e aí sim temperando depois de misturar tudo. O coentro faz toda a diferença no paladar do prato.
Pra servir, Doritos Dippas ou o comum, temperado =)

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Carpaccio


Qualquer pessoa que me conhece mais ou menos, sabe a loucura que tenho por essa entrada. Mas a verdade é que eu gosto dela como prato principal mesmo. E não tem jeito: até hoje, os melhores que já comi, foram feitos em casa, não tem restaurante que coloque o "sazón" necessário e que não deixe com azia. E eu prefiro os molhos mais simples.

Se o Carpaccio for de Salmão, gosto de bater um pouco de limão e manjericão pra fazer um molhinho. Fica bem leve e combina bastante. Mas vamos nos centrar no Carpaccio Lagarto:

Ingredientes:
- 1 caixa de Carpaccio (200/250g)
- Alcaparras
- Mostarda
- Limão
- Vinagre
- Azeite


A questão está sempre na medida, porque o modo de fazer é só bater tudo no liquidificador.
Normalmente, eu uso um potinho que deve ter a mesma circunferência de um copo de requeijão, e coloco a medida de dois dedos (3cm) para as alcaparras, mostarda e azeite, e a metade dessa medida de limão e vinagre (medida para cada ingrediente, não pra somatória deles). Depois é só colocar o queijo ralado por cima, arrumar algumas torradas e Voilà!

Obs: Quanto mais alcaparras, mais gostoso e com mais sabor o molho fica. Mas é importante se atentar a conserva pra não ficar muito salgado, e manter um certo equilíbrio nas medidas pro molho não ficar "farinhento".
Obs2: Dêem uma chance para os carpaccios artesanais. Algumas padarias vendem e é fenomenal. Parece até que o gosto é diferente, apesar dele normalmente ser menorzinho. E se você tem um fatiador em casa, aproveite!
Obs3: Este prato foi criado para uma condessa italiana que sofria de anemia. Se você tem ou conhece alguém que sofra deste mal, já sabe o que preparar, certo?
Obs4: O nome do prato surgiu por causa das cores que o pintor Vittore Carpaccio usava.
Obs5: Sim, eu AMO carpaccio!!!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Sunomono verdadeiro (editado)

Receita de sunomono genialmente perfeita retirada do blog "vegana".
Link original: http://blog.veganana.com.br/2015/12/sunomono-salada-de-pepino-agridoce.html


INGREDIENTES 

  • 1 pepino japonês grande cortado em fatias bem finas
  • 1 colher de sopa de sal marinho ou himalaia
  • 3 colheres de sopa de vinagre de arroz
  • 2 colheres de sopa de açúcar (não use refinado)
  • 2 colheres de sopa de gergelim branco e preto (tostado)
  • óleo de gergelim para finalizar (opcional)
  • sal e pimenta do reino a gosto


PREPARO 

Prepare todos os ingredientes que vai utilizar. lave bem o pepino e seque com papel toalha. 




Você vai precisar de um cortador para fatiar os pepinos bem fininhos. Se você não tiver um corte com a faca mesmo. Eu usei gergelim branco e preto para finalizar a salada. Use o que você preferir. 






Se for utilizar o cortador, tome muito cuidado ao manusear para evitar acidentes. É sempre seguro usar um protetor caso o seu fatiador tiver.




Eu comecei tostando as sementes de gergelim rapidamente na frigideira para deixar esfriar até o momento de servir a salada. Tostar na frigideira é opcional. Eu gosto muito de fazer porque acho que acentua o sabor do gergelim. 





Prepare o molho agridoce para que o mesmo esteja frio quando for utilizado para temperar os pepinos. Em uma panelinha pequena coloque o açúcar. 








Misture o vinagre e ligue o fogo baixo. Deixe aquecer até que o açúcar derreta com o calor do fogo e se misture ao vinagre.





O molho está pronto quando todo o açúcar estiver dissolvido. Desligue o fogo e remova o molho da panela colocando em um recipiente aberto para esfriar enquanto prepara o restante da receita. 



Corte os pepinos em lâminas bem finas em um prato fundo grande o suficiente para a quantidade de pepinos que você vai fazer. 





Veja a espessura das fatias de pepino na imagem ao lado.





Coloque o sal e misture bem aos pepinos. Os pepinos vão desidratar liberando muita água. 






Disponha as fatias de pepino em uma peneira grande, deixe descansar por 15 minutos. 




Passado o tempo, enxague os pepinos para retirar o excesso de sal e esprema bem com as mãos para retirar todo o excesso de água que ainda sobrou. Seque com um papel toalha para deixar os pepinos mais sequinhos antes de colocar os temperos.




Coloque os pepinos em uma saladeira grande e funda, adicione o molho de vinagre e se desejar coloque umas gotinhas de óleo de gergelim. Isto é opcional, use se quiser. Finalize a salada com o gergelim que foi previamente tostado. Se quiser utilizar pimenta do reino, coloque no final. Sirva em seguida. 

domingo, 11 de setembro de 2011

Mojito Piña.


Você que já gosta do drink, vai amar. Quem não é chegado, tá aí uma chance pra mudar de idéia.
A diferença para o Mojito original é apenas a adição do abacaxi, mas ele muda e adocica bastante.

Ingredientes:
- 1 dose de Rum.
- 1 colher de sopa de açúcar.
- suco de um limão + água com gás.
- hortelã.
- abacaxi.
-gelo.

Colocar no copo a ser servido o abacaxi, o suco de limão, a hortelã e o açúcar. Depois é só acrescentar o gelo, o Rum e a água com gás.
Obs: Escolher bem o limão e o abacaxi. Se eles estiverem muito ácidos, fica imbebivel.
Obs2: O suco de limão + a água com gás pode ser substituído por H2O, Schweppes, Soda e afins.

sábado, 10 de setembro de 2011

Suco para o café da manhã.


Pra quem tem a maior dificuldade de tomar café da manhã, e que enjoa fácil do gosto dos alimentos e afins, essa é a saída ideal. Este suco além de te dar uma revitalizada de manhã, é saudável, inibe apetite e pode variar o sabor sempre que você quiser.

Ingredientes (dose individual):
- 1 maçã pequena com casca.
- aproximadamente 4cm de cenoura com casca.
- aproximadamente 2cm de gengibre descascado.
- 1 colher de sobremesa de gelatina diet do sabor que preferir / ou suco de abacaxi.

Sem mistério: bater tudo com água e mandar ver.
Ele faz bem porque a maçã é antioxidante, o gengibre ajuda a manter o colesterol saudável, a gelatina tem um pouco de colágeno e a cenoura ajuda na digestão.
Diz a lenda que essa mistura também ajuda ao combate da celulite. Será?

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Doce de Morango da Vó Landa.


A foto está horrível, mas não subestimem: esse doce bifásico é um manjar dos deuses, e o motivo que nos levou a fazer esse blog (não achávamos a receita). Aguardem cenas do próximo capítulo, pois estou prestes a sequestrar o caderninho de receitas da Landa pra xerocar e encadernar!!!

Ingredientes:
- 500g de morango
- 300g de açúcar
- limão
- 1 lata de leite condensado
- 1 lata de creme de leite
- 1 pacote de Tang morango
- 2 copos de iogurte natural (ou apenas 1 pra quem gosta mais doce)

A base do doce é de geléia de morango, feita na hora na panela com morango, açucar  e um pouquinho de limão. Aí que mora o segredo do doce: essa geléia quebra o doce, e dá um toque azedinho fenomenal.
(usar sempre 200g a menos de açúcar da medida em gramas do morango)

Para o creme que vai em cima, é só bater no liquidificador todos os outros ingredientes, e depois colocar em cima da geléia. =)

Dica: FAÇAM e COMAM.

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Doce de Abacaxi


Uma delícia de doce e nada enjoado! Receita do sogrão, Sergio. Vamos lá?

Ingredientes:
- 1 abacaxi grande
- 300ml de água
- 100g de açúcar
- 3 saquinhos de gelatina de abacaxi
- 1 vidrinho de leite de coco
- 1 lata de leite condensado
- 1 lata de creme de leite

Picar o abacaxi em cubos, fervê-los durante 20 minutos em 300ml de água e 100g de açúcar.
Acrescentar a gelatina de abacaxi e deixar na geladeira durante 1 hora, até ficar em consistência de geléia.
Após esse tempo, acrescentar o leite de coco, o leite condensado e o creme de leite. Voltar para geladeira até ficar em consistência de pudim.
Quem quiser, pode acrescentar raspinhas de limão em cima para decorar.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Refeição Completa - Meca


Peixe Meca (espada), molho Bechamel, espinafre e arroz "risoto" de shimeji. Ficou tudo fenomenal, devemos dizer!!!! E o melhor: o prato inteiro foi uma "invenção" nossa de última hora. Menos o arroz (saionára), de anos atrás, mas originalmente, usavamos carne no lugar do bacon. Deliciem-se.

  
Peixe Meca
Ingredientes:
- 1 kg de Meca cortado em postas de aproximadamente 2 cm;
- Suco de 1 limão siciliano;
- ½ xícara de azeite;
- ½ xícara de vinho branco seco (se possível temperado para uso culinário);
- Sal e Pimenta do reino moída a gosto;
- Salsinha e cebolinha picadas a gosto.

Tempere as postas com sal e pimenta do reino e reserve em uma travessa. Misture todos os outros temperos e jogue por cima das postas. Deixe Marinando por aproximadamente 2 horas na geladeira. O peixe pode ser feito na churrasqueira ou em grelhas elétricas. O importante é deixar a superfície bem quente e assar por aproximadamente 8 minutos de cada lado para não secar. Dependendo da espessura das postas o tempo pode variar. O importante é não deixar secar! Sirva imediatamente.


 
 Shimeji
Ingredientes: 
- Uma bandeja de Shimeji
- Meia cebola
- Cebolinha, shoyo e bacon a gosto

Essa receita vale pra quem quiser apenas preparar o Shimeji. Mas como normalmente não é todo mundo que gosta de cogumelos, o bacon tira um pouco do paladar e torna o prato mais aceitável pra todos.Mas sem também é uma delícia.
Primeiro refogue na manteiga o bacon e adicione a cebola. Acrescente o Shimeji. Ele vai diminuir de tamanho e soltar bastante água. Acrescente o shoyo e a cebolinha e espere cozinhar.
Obs:
Eu gosto de acrescentar um pouco de água pra ele cozinhar bem e não ficar com aquela consistência estranha. Fica melhor do que de qualquer restaurante que já comi.


Arroz Saionara
Para o arroz Saionara, basta acrescentar uns 150ml de água, deixar cozinhar um pouco e acrescentar o arroz. Esperar secar e servir quente. Ficar de olho neste "secar", pra não queimar. O arroz não chega a perder toda a água, e depois que esfria um pouco ele perde o excesso.

 

 Espinafre com molho branco
Ingredientes:
- 1 maço de espinafre;
- 1 dente de alho picado;
- Meia cebola média picada;
- 1 caldo de legumes;
- 2 xícaras de leite;
- 2 colheres de sopa de manteiga;
- 2 colheres de sopa de farinha;
- Sal, pimenta do reino moída e noz moscada em pó a gosto.


Lave bem o espinafre e remova os talos mais grossos. Coloque em uma panela grande e cubra de água. Leve ao fogo para reduzir um pouco de tamanho. Escorra a água e reserve. Refogue a cebola, o alho e o caldo de legumes em uma panela com azeite. Junte o espinafre e deixe secar a água que vai se formar e reserve.

Ferva o leite. Em uma panela derreta a manteiga e junta a farinha para obter uma mistura homogênea. Junte o leite aos poucos, mexendo sempre para não empelotar. Se for necessário use um amassador para dissolver a farinha que não misturar. Quando o molho já tiver engrossado junte o sal, a pimenta e a noz moscada para temperar.
Junte o espinafre refogado em uma travessa e cubra com o molho branco.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Maionese Caseira.


 Pedir lanches delivery ou passar rapidinho numa lanchonete, são coisas que ninguém vai conseguir escapar. Mas, nada melhor do que preparar o seu próprio lanche e poder escolher a qualidade da carne, o queijo que você prefere, e fazer tudo com muito carinho, claro.


 Dessa vez, fomos além: Que tal fazer uma maionese temperada caseira? Huuuummm...

Ingredientes: 
- 2 ovos
- 1 colher de sopa de azeite
- 1 colher de sopa de limão
- 1 colher de chá bem cheia de mostarda
- Sal a gosto
- Salsinha
- Óleo

Modo de Preparo:

Misture os ovos, o azeite, o limão a mostarda e o sal no liquidificador em potência baixa até misturar.
Com o liquidificador ligado, abra a tampa e vá derramando o óleo em fios para dar o ponto.
Quando estiver engrossando, acrescente um punhado de salsinha a gosto e continue acrescentando o óleo até obter a consistência desejada (um ponto ideal é quando não se vê mais aquele “buraco” no centro do liquidificador.

*Considerações finais: Muito fácil de ser feita, e muito mais gostosa que qualquer maionese industrializada ou aquelas "caseiras" da maioria das lanchonetes, que levam muito óleo.

Tomar cuidado com o sal, pois os outros ingredientes já dão uma leve salgada natural. E também na quantidade a ser feita, afinal, a maionese caseira não possui conservantes.

Quanto a Salmonella, o risco de um ovo ser contaminado é muito baixo, cerca de 1 em cada 20.000 ovos. Toda aquela repercusão no começo dos anos 90 foi só pra fazer a gente consumir mais Hellmanns! =)

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Sumimos!

Acontece que os dois últimos finais de semana, e este, foram banhados de muito churrasco, o que não nos deu muito tempo de aparecer por aqui.
Então, vamos nos entreter? Um short movie que participou do Anima Mundi.
Quem gosta de cozinhar, vai se identificar.


At the Opera from Juan Pablo Zaramella on Vimeo.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Kibe Cru + Tabule

Tava faltando um pouco de carne nessas receitas, certo?
Então, apesar de preguiçosos, esse final de semana, resolvemos fazer kibe cru e tabule.
Preguiçosos = não tiramos foto dos passos nem da prato final, a do início do post é do nosso arquivo! rs
O famoso "Kibe do amor" já se tornou tradição.

Para cada 100g de kibe, usar 300g de carne moída.
Se não me engano, usamos patinho.
Temperar com hortelã ou cebolinha e salsinha.

Para o Tabule é puro olhometro.
Picar cebola, pepino e tomate sem as sementes.
Pra quem quiser, fazer o mesmo com salsa e hortelã.
 
Não esquecer de deixar o trigo de molho.
E é melhor cada um temperar com azeite, sal e limão no prato.
Isso ajuda o prato a durar mais na geladeira.
No kibe vai bem azeite, limão, sal, homus e coalhada.
No tabule, tuddo isso, mais o vinagre.

E no nosso caso, o acompanhamento foi vinho e sorvete de pistache. Hummm...

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Ravioli Caseiro de Muçarela de Búfala


Ingredientes Massa:
- 500g de farinha de trigo
- 5 ovos

Ingredientes Recheio:
- 300gr muçarela de búfala

Ingredientes Molho:
- 2 latas de molho de tomates pelados
- manjericão e sal a gosto
- açucar


A receita mais demorada e sem mistério.
Misturar bem os ovos e a farinha até a massa ficar lisa. Deixar descansar 30 minutos na geladeira.


Abrir a massa a deixando o mais fina possível. Cortar a massa com um copo, e apertar mais os pedacinhos pra que eles fiquem mais finos e aumentem de tamanho. O primeiro ravioli nós colocamos um disquinho, o recheio, e outro disquinho em cima. Mas fica melhor fazer ele em formato de pastelzinhos mesmo, pois fica mais leve. Pra fechar a massa é só pressionar as laterais com as pontas de um garfo comum.


 A muçarela de búfala foi ralada na hora. O molho foi apurado com um pouco de açúcar para retirar a acidez, e por último acrescentamos as folhas de manjericão. Esperar ferver a água, adicionar os raviolis, esperar cozinhar, adicionar o molho e se deliciar.

*Considerações finais: Não sei se pela nossa pouca experiência com massas, mas ficamos na cozinha das 14hrs às 19:30 pra finalmente comer. É uma delícia fazer um prato completamente pelas suas mãos, mas não é algo prático. A água demora a ferver, e os raviólis também demoram a cozinhar. Mas no final, valeu à pena. A massa ficou fininha e saborosa! Mas quando formos fazer de novo, provavelmente, temperaremos a muçarela.

Mousse de Papaia com Caramelo de Cassis


 (Receita retirada do site "Gastrolândia").

Ingredientes do mousse
1 mamão Papaia
180 ml de água
2 claras
1 xícara de leite condensado
12 gramas de gelatina em pó 

 

 

No liquidificador, bata o mamão com o leite condensado. E uma tigela pequena, hidrate a gelatina em água segundo as recomendações da embalagem e  leve ao banho-maria para dissolver. Separadamente, bata as claras em neve. Gentilmente, misture a gelatina ao creme de papaia e, aos pouco, agregue as claras em neve (com uma colher de pau). Coloque em formar individuais e leve para gelar.

 

 Ingredientes do caramelo de cassis
100 ml de água
100 gramas de açúcar
1 dose de licor de cassis

 

 

Coloque a água e o açúcar na panela  e vá mexendo até o açúcar dissolver, sempre em fogo baixo. Quando chegar a ponto de frio, adicione o licor, mexa, e coloque a mistura na geladeira.

 

Finalização
Para servir, disponha um pouco do caramelo sobre cada um dos mousses e como imediatamente.



*Nossa opinião: A calda foi a grande surpresa. Muito gostosa e combina demais com o doce. Mas, ao nosso ver, melhor mesmo é fazer o creme papaia normal e aproveitar a calda. O ovo e a gelatina sem sabor não colaboram com o paladar.Apenas uma frescurite pra dar outra textura.  Mas, pra quem for fazer, lembre-se: colocar a gelatina imediatamente no doce e misturar bem. E sem a calda o doce fica bem estranho, então aconselhamos que eles não sejam servidos separadamente.